Executivo não se compromete com o cumprimento do acordo coletivo da PMF

Nesta terça-feira (6/12) tivemos reunião no executivo para cobrar o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho firmado neste ano, após uma greve extenuante.

Depois de termos sido colocados de escanteio por mais de um mês, desta vez nos receberam para cumprir tabela. Não houve nenhum comprometimento, nem ao menos uma promessa vazia, como de costume, da Prefeitura. César Souza Júnior (PSD) deixa o cargo da mesma forma como entrou: sem se importar com os trabalhadores e as trabalhadoras.

Executivo não se compromete com o cumprimento do acordo coletivo da PMF

Nesta terça-feira (6/12) tivemos reunião no executivo para cobrar o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho firmado neste ano, após uma greve extenuante.

Depois de termos sido colocados de escanteio por mais de um mês, desta vez nos receberam para cumprir tabela. Não houve nenhum comprometimento, nem ao menos uma promessa vazia, como de costume, da Prefeitura. César Souza Júnior (PSD) deixa o cargo da mesma forma como entrou: sem se importar com os trabalhadores e as trabalhadoras.

Funcionamento do Sintrasem - 8/12/2016

Informamos que devido a uma reunião com o Conselho Deliberativo, o sindicato estará fechado no período da tarde do dia 8/12, quinta-feira.

Advogada que copiava trabalhos do sindicato pede desculpas

No final do ano de 2015, o advogado do SINTRASEM André Moura Ferro acompanhou o inicio da execução de uma das reclamações coletivas ajuizadas contra a COMCAP. Com a finalidade de instruir essa execução a empresa trouxe uma lista da ações judiciais individuais, que foram conferidas uma a uma. Para espanto do sindicato, na lista havia oito reclamações trabalhistas da advogada Tânia Petry que eram cópias fiéis das petições do advogado André Moura Ferro. Em uma pesquisa mais aprofundada, foram encontradas dezenas de ações da advogada que eram reproduções literais, letra a letra, palavra a palavra. Até os erros de digitação haviam sido copiados.

Assim, ainda em 2015, o advogado André Moura Ferro ingressou com uma representação no tribunal de ética e disciplina da OAB contra a advogada Tânia Petry por ter se apropriado do seu trabalho. Em audiência do processo disciplinar em 30/11/2016, a advogada Tânia Petry reconheceu que acessava os processos do sindicato com a intenção de copiá-los, e que essas cópias foram feitas sem autorização e sem a identificação de seu verdadeiro autor. A advogada então, por escrito, pediu desculpas pelos seus atos ao advogado André Moura Ferro, ao Sindicato Sintrasem e à categoria dos/as empregados/as da COMCAP.

Falta de repasse da prefeitura à empresa ProActiva causa acúmulo de toneladas de lixo no Itacorubi

As dívidas que a prefeitura acumula com a Proactiva - empresa que presta o serviço terceirizado de transporte do lixo coletado pela Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) ao aterro sanitário - refletem nas atividades da Comcap, em constante prejuízo.

No Centro de Transporte de Resíduos Sólidos (Cetres), no Itacorubi, o lixo que chega dos caminhões da Companhia está sendo amontoado no pátio ao serem descarregados! As carretas da Proactiva que deveriam estar em fila no aguardo dos caminhões da Comcap para que o entulho seja despejado diretamente e em seguida transportado ao aterro, estão chegando com grandes intervalos de tempo, apenas quatro carretas por dia. Na segunda-feira (5/12) no final da tarde, a comunicação do Sintrasem registrou mais ou menos 120 toneladas de lixo acumulado.

Nova reunião com o executivo marcada para diálogo sobre promoções atrasadas, PCCV do civil e pendências com motoristas

No final deste ano, a administração municipal segue com a política irresponsável que orientou a sua gestão desde o princípio. A grande maioria das e dos servidores não recebeu o pagamento da parcela de novembro das promoções atrasadas. Para tratar sobre isso, a diretoria do Sintrasem marcou uma reunião na semana passada. Como de costume neste executivo, tomamos um chá de cadeira.

Contra PEC e por direitos, comitiva do Sintrasem vai à Brasília

Nesta terça-feira, 29/11, uma comitiva do Sintrasem chegou à Brasília para lutar contra a PEC 55, em defesa dos direitos e dos investimentos no serviço público! A Proposta de Emenda à Constituição vai à votação no Senado hoje, em primeiro turno, após ter sido aprovada na Câmara dos Deputados. Leia nota de outubro explicando a PEC do Fim do Mundo.

Nenhum direito a menos! Não vamos pagar a conta da crise!

O ano de 2016 está chegando ao fim, mas a luta contra a retirada de direitos dos trabalhadores não tem prazo para terminar. No Congresso Nacional tramitam projetos a todo vapor que atacam diretamente conquistas históricas da classe trabalhadora como a reforma trabalhista, reforma da previdência, reforma do ensino médio e, ainda a ser votado até final de novembro, o congelamento dos investimentos públicos por 20 anos (PEC 55 antiga PEC 241), o direito de greve dos servidores públicos (PL 432/13) e a terceirização das atividades fins (PLC 30).

Para barrar todos esses ataques é preciso unidade e organização de todos os trabalhadores para cruzar os braços e sair às ruas exigindo que os capitalistas paguem pela crise que geraram. Em Florianópolis, fizemos várias greves na PMF e Comcap durante esse ano e conseguimos avançar em pautas como a defesa de nossa previdência e o reenquadramento das auxiliares de sala no PCCV do Civil.

Arte: Laerte Coutinho

Trabalhadores de Florianópolis dizem não às avaliações externas!

No início do mês de novembro uma parcela bastante significativa dos professores municipais de Florianópolis cruzaram os braços e disseram “não” a aplicação da Prova Floripa em suas escolas. Essa prova faz parte da política de avaliações externas implantada em todo País como a Prova Brasil, Provinha Brasil, Programa de Avaliação Internacional de Estudantes (PISA), Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), tendo como um de seus desdobramentos o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) considerado um dos indicadores de qualidade na educação.

 As diretrizes que dão base a essas avaliações estão intimamente ligadas as políticas estabelecidas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Cabe perguntar: que interesse um banco teria em financiar a educação? Essa pergunta faz todo sentido quando a localizamos dentro do sistema capitalista, uma vez que para manter o monopólio dos meios de produção é preciso que os jovens filhos de trabalhadores cheguem mais cedo ao mercado de trabalho e de preferência, sem muita qualificação e conhecimento sobre o mundo.  Nesse contexto, as avaliações externas cumprem o papel de esvaziamento dos conteúdos historicamente produzidos pela humanidade focando o processo ensino-aprendizagem na preparação dos estudantes para o preenchimento de gabaritos inócuos.

Informações sobre o PASEP

Atendendo à pedidos, estamos divulgando informações sobre o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). Todos os servidores que se enquadrem nos requisitos necessários para perceber o PASEP devem providenciar os seguintes documentos: procuração e pedido de assistência judiciária devidamente preenchidos e assinados, ficha funcional, ficha financeira de 2011-2016, cópia do protocolo requerendo o pagamento do benefício (caso o mesmo tenha sido realizado).

Para ter direito a receber o PASEP 2016, é necessário que o servidor cumpra os seguintes requisitos: Tenha cadastro no PASEP há pelo menos 5 anos – ou seja, que tenha começado a carreira no serviço público com carteira assinada; No ano anterior, o servidor precisa ter trabalhado por pelo menos 30 dias com carteira assinada para o serviço público para ter direito ao benefício; E por último, como mencionado anteriormente, a remuneração máxima do servidor tem de ser de 2 salários mínimos mensais para ter direito a esse benefício trabalhista. Ficamos à disposição para maiores informações.

Solicitação para filiados entrarem em contato com o SINTRASEM - Fichas Financeiras

Atenção! O Sintrasem solicita que os filiados constantes na relação em anexo entrem em contato com o sindicato o mais breve possível para tratar de assunto do seu interesse. Para ter acesso a listagem, acesse aqui: http://migre.me/vzaYx

20 de novembro, dia da consciência negra

A resistência do Quilombo de Palmares, verdadeiro marco na história da luta contra a opressão do povo oprimido e explorado em todo país é revivido na intensa luta de classes. Zumbi dos Palmares, assassinado em 20 de novembro de 1695, deve ser recordado como um mártir do povo brasileiro por seu incansável combate contra o sistema opressor. A consciência negra reclamada neste dia 20 de novembro deve assumir essa pauta e apontar os caminhos da revolução socialista, elevando a consciência de classe para a superação do capitalismo. Compartilhamos hoje o poema do artista e poeta negro brasileiro Solano Trindade (1908-1974), retratado da imagem.

Solano Trindade Sou Negro

(Solano Trindade)

Sou negro 
meus avós foram queimados 
pelo sol da África 
minh`alma recebeu o batismo dos tambores 
atabaques, gongôs e agogôs 

[continua]

Ocupações estudantis contam com apoio do Sintrasem!

Na manhã de hoje, 17/11, membros da direção do Sintrasem estiverem presentes e prestaram apoio à Ocupação do Centro de Ciências da Educação (CED) da UFSC. O sindicato apoia as ocupações estudantis acontecendo na cidade, no estado e no país, entendendo sua importância na atual conjuntura. Os/as estudantes estão dando aula e ensinando: todos e todas na luta pela Educação pública, gratuita e de qualidade, contra os ataques e a retirada de direitos! #OcupaTudo

Comitiva à Brasília contra a PEC 55/241

Conforme deliberado em assembleia do dia 11 de novembro de 2016, o SINTRASEM enviará uma comitiva de 24 pessoas à Brasília no dia 29 de novembro, dia esse em que será votada a PEC 55(241) no Senado Federal. O SINTRASEM acha fundamental a presença dos trabalhadores em Brasília nesse dia, para fazer a luta para barrarmos a PEC do fim do mundo.

A comitiva será composta de: i) dois diretores do Sindicato; ii) dois representantes de cada força política que escreveram tese no último congresso do SINTRASEM; iii) quatro representantes do conselho deliberativo da PMF; iv) dois representantes do conselho deliberativo da COMCAP; v) dois representantes dos trabalhadores da PMF; vi) dois representantes dos trabalhadores da COMCAP. Lembrando que os trabalhadores saíram de Florianópolis no dia 29 de novembro pela manhã, podendo retornar no mesmo dia ou no dia seguinte, dependendo da votação no Senado.

As pessoas que tiverem interesse de participar devem se inscrever até o dia 18 de novembro no Sindicato, pelo telefone (48 3223-4149) ou presencialmente. Pedimos que se inscrevam somente as pessoas que tiverem certeza que poderão participar nesse dia. Se o número de inscritos ultrapassar o número de vagas, de acordo com os critérios acima já citados, será realizado sorteio. O SINTRASEM solicitará a liberação do dia, mas os trabalhadores já devem negociar sua ida com as chefias imediatas.

11/11: Dia de mobilização e paralisação!

Amanhã, sexta, 11/11, trabalhadores e trabalhadoras de todo o Brasil estarão mobilizados contra a retirada de direitos. Em Florianópolis não será diferente e os servidores da Comcap e PMF vão se somar à luta! Como os trabalhadores do transporte público também vão aderir e não haverá ônibus em algumas horas da manhã, esclarecemos: As atividades programadas estão mantidas e outras foram agendadas! Para quem vem de carro, organize caronas solidárias e quem depende do busão venha mais tarde mas venha - é fundamental o comparecimento de todos e todas.

Teremos Assembleia da Comcap e PMF às 8h na Praça Tancredo Neves, discutindo questões muito importantes para os trabalhadores. O horário de início deverá ser adiado, para possibilitar a chegada de mais trabalhadores. Pela tarde, às 13h30, formação sobre o papel do Judiciário no processo de ataque aos direitos dos trabalhadores, às 14h debate com o DIEESE sobre os projetos que atacam a classe trabalhadora, às 15h Teatro do Oprimido e às 16h grande ato contra a retirada de direitos em conjunto com outras categorias! Todas as atividades iniciam na Praça Tancredo Neves.

Leia a nota de explicações sobre o dia 11/11 e os ataques à classe trabalhadora!

Direitos dos trabalhadores em risco! Juntos contra os ataques dos ricos!

Arte: André Dahmer - malvados - andredahmer.com.brO momento é complicado, de crises e ataques. Os políticos serventes da elite se articulam para jogar tudo na conta do povo, mesmo que a culpa da crise seja dos ricos! A única forma de combater os interesses dos poderosos é com muita luta. É por isso que é necessária mobilização total da classe trabalhadora na defesa dos direitos, em assembleias, formação, trabalho de base, paralisações, greves. No dia 11/11, as/os trabalhadoras/es vão mostrar sua força com uma grande paralisação nacional, que terá adesão dats/os servidores da PMF e COMCAP.

Trabalhadores/as têm de estar na luta, conversando com colegas, chamando quem ainda não veio, convencendo e conscientizando. Se não lutarmos agora, as consequências para saúde, educação e serviços públicos serão sofridas por nós, nossos filhos e até netos!

Os ataques dos ricos e poderosos chegam por muitos lados. A reação dos/as trabalhadores/as têm de ser maior ainda, numa grande mobilização, como a da greve geral! Vamos juntos/as!

Arte: André Dahmer - malvados - andredahmer.com.br

AGENDA

terça-feira, Dezembro 13, 2016 - 15:30
Local: Praça Tancredo Neves
Em pauta: Informes; Descumprimento Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016; Encaminhamentos

sexta-feira, Dezembro 9, 2016 - 18:30
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - SINTRASEM
PALESTRANTE: Dr. Roberto Ruiz. Inscrições até 23/11, pelo telefone (48) 3223-4149

quinta-feira, Dezembro 8, 2016 - 08:30
Local: Auditorio Rosa Luxemburgo - Sede do Sintrasem
Em pauta: Informes; Formação: Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista; Encaminhamentos.

SINDICALIZE-SE!

Acordos coletivos de trabalho

PMF
COMCAP

Boletins Eletrônicos

Selecionar o(s) boletim(s) que você deseja assinar ou cancelar a assinatura.

                 

CUT