Você está aqui

Início

Daqui a gente constrói o que os de lá destróem: primeiro semestre do serviço público na PMF

Sintrasem
quinta-feira, Agosto 10, 2017 - 17:15

Foto: Sintrasem/ Greve dos 38 dias

Os trabalhadores do magistério ainda gozavam das férias no dia em que Gean Loureiro (PMDB) assumiu seu mandato sem cautelas ao revelar para quê veio: servir aos interesses da elite local e nacional, sob o manto do presidente Michel Temer (PMDB) em seu desgoverno. Praticando a política do carrasco, que não olha em quem pisa, o prefeito impôs cortes a direitos históricos dos trabalhadores, em menos de um mês de mandato. Para isso, chamou os vereadores para aprovarem seu projeto de destruição do serviço público durante o recesso dos mesmos, tentando desta forma evitar a reação da categoria.

Porém os servidores públicos de Florianópolis não temem a luta! Sabe-se desde sempre que todas as conquistas dos trabalhadores foram alcançadas com muito suor. Enquanto vivermos em uma sociedade que valoriza o lucro e despreza os seres humanos, será assim! Por isso as lutas não findaram! Foram 38 dias de mobilização com as mais diversas comunidades de Florianópolis, passeatas gigantescas e muito diálogo em defesa do serviço público municipal para garantir um acordo que derrubasse as medidas do Pacote de Maldades. 

Acordo conquistado, nada de baixar a guarda. Sem respiro, a meta da prefeitura é atacar até fazer cansar e assim amedrontar para passar por cima de todas as conquistas históricas dos trabalhadores. Mas se eles vêm como ondas aterradoras, os servidores se mantém como rio caudaloso e perene. Na data-base da PMF não teve greve, porém muita organização dos trabalhadores, que conquistaram avanços como as férias para as bibliotecárias e um novo cronograma para pagamento do PCCV, reivindicação de anos da categoria.

No começo de julho foram protocolados na Câmara de Vereadores os projetos de leis referentes ao acordo negociado ao final da data-base e foi aprovada a reposição da inflação e o reajuste no auxílio alimentação e lanche.

Os próximos passos da trilha ainda não estão dados. Sabe-se que é necessário continuarmos na luta, mobilizados para barrar os ataques na defesa pela manutenção e ampliação de nossos direitos. O segundo semestre do ano tem tudo para ser duro em decorrência das políticas em jogo. O serviço público vai seguir com unidade e força para enfrentar esta fase e todas que estão por vir. Só assim podemos tentar reverter a situação e começar a juntos encabeçar as mudanças que o nosso país e cidade precisam para florescer!

AGENDA

terça-feira, Outubro 24, 2017 - 18:30
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - Sede do Sintrasem
quinta-feira, Outubro 19, 2017 - 13:00
Local: Praça Tancredo Neves
Pautas: Informes; Avaliação de conjuntura: código 04, sucateamento dos erviço público, previdência; Encaminhamentos: indicativo de greve.

quinta-feira, Outubro 19, 2017 - 07:00
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - Sede do Sintrasem
Pauta: Informes; aprovação da pauta data-base; encaminhamento.

Acordo Coletivo PMF 2017

SINDICALIZE-SE!

Acordos coletivos de trabalho

PMF
COMCAP

Boletins Eletrônicos

Selecionar o(s) boletim(s) que você deseja assinar ou cancelar a assinatura.