Você está aqui

Início

Trabalhadores das UPAs e do SAMU ocupam gabinete do secretário de saúde de Florianópolis

Sintrasem
quinta-feira, Outubro 12, 2017 - 17:15

O gabinete do secretário de saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justo, foi ocupado durante cinco horas nesta quarta-feira, 11 de outubro por um grupo de pelo menos 50 trabalhadores do Samu, das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e dirigentes sindicais. Eles denunciam o aumento do número de plantões imposto pelo Secretário da Saúde, que fere diretamente o acordo coletivo da categoria.

A proposta do executivo não respeita o que foi acordado em 2015 e aumenta de 11 para 13 plantões mensais, três a mais do que o previsto no momento da contratação dos trabalhadores. Para Renê Munaro, presidente do Sintrasem essa alteração é um ataque aos trabalhadores. "Não há embasamento legal para fazer essa mudança, temos uma comissão que discute a regulamentação dos plantões, que é uma luta desde a criação das UPAs, em 2009, mas que falta ser regulamentada. Aumentar o número de plantões é atacar o acordo coletivo da categoria".

A enfermeira da UPA Norte, Selma Salomão destaca que o reflexo do aumento do número de plantões vai refletir negativamente no atendimento à população. "A nossa realidade de trabalho já é com um número de profissionais reduzidos, com falta de material e equipamentos quebrados. Fazer com que os trabalhadores tenham que trabalhar mais, é aumentar o índice de estresse tão forte nestes ambientes e agravados com as péssimas condições de trabalho", alerta Selma.

O Secretário de Saúde chegou no gabinete somente a tarde e em conversa com os trabalhadores disse que não há como recuar do aumento dos plantões e que se embasa em questões legais para fazer essa mudança. Porém, quando indagado de quais questões jurídicas são estas, o Secretário titubeou e disse que faz essa mudança para evitar problemas jurídicos e processos equivocados contra a categoria.

O Sintrasem orienta que todos os trabalhadores se organizem para participar da assembleia, no dia 19 de outubro, às 13 horas na Praça Tancredo Neves. De acordo com Renê, lá, junto com as demais demandas de outros setores dos trabalhadores da prefeitura, serão definidos os encaminhamentos para dar resposta ao executivo, dos consecutivos ataques aos trabalhadores. "Tentamos estabelecer o diálogo, levar a preocupação com o atendimento e o reflexo negativo desse aumento de plantões. A posição do secretário só nos deu a certeza que para enfrentar esse desmonte que o prefeito Gean vem fazendo com o serviço público, só temos uma saída, a luta nas ruas. Por isso, convocamos todos os trabalhadores e trabalhadoras, é dia 19 de outubor, quarta-feira, assembleia da nossa categoria".

AGENDA

terça-feira, Outubro 24, 2017 - 18:30
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - Sede do Sintrasem
quinta-feira, Outubro 19, 2017 - 13:00
Local: Praça Tancredo Neves
Pautas: Informes; Avaliação de conjuntura: código 04, sucateamento dos erviço público, previdência; Encaminhamentos: indicativo de greve.

quinta-feira, Outubro 19, 2017 - 07:00
Local: Auditório Rosa Luxemburgo - Sede do Sintrasem
Pauta: Informes; aprovação da pauta data-base; encaminhamento.

Acordo Coletivo PMF 2017

SINDICALIZE-SE!

Acordos coletivos de trabalho

PMF
COMCAP

Boletins Eletrônicos

Selecionar o(s) boletim(s) que você deseja assinar ou cancelar a assinatura.